05/08/2006 - São Paulo

DIAGNÓSTICOS

DIAGNÓSTICOS

1. A214-1 Patocito – Bahia – Hospital Aliança 
* Linfoma não Hodgkin de grandes células, “null” – Linfoma cutâneo de grandes células CD30 (Ki 67 fortemente positivo; CD 30, fascin positivo; EMA, CD20, CD3 , AlK, AE1-AE3 negativo). 
P.S. Alguns pontos foram destacados na apresentação do caso: a palavra anaplásico não deve ser usada para entidades cutâneas; Fascina positiva e EMA negativo é padrão comum para linfoma cutâneo. Ocorreram três recidivas no período de 6 meses, seguido de óbito.

2. A214-2 Bauru
* Histoplasmose, forma crônica disseminada. 
Diagnóstico confirmado pela cultura. Forma hiperérgica pauciparasitária

3. A214-3 Hospital do Servidor Público Estadual – SP
* Fibroadenoma apócrine desenvolvendo-se em glândulas anogenitais (AE1-AE3, SMActin, receptores de estrógeno e progesterona, EMA positivo).

4. A214-4 Salomão & Zoppi 
* Granuloma ulcerativo traumático com eosinofilia ( úlcera eosinofílica da mucosa oral; doença de Riga-Fede da infância) (CD34, CD3, CD20).( CD30 positivo somente em pequenos linfócitos), (S-100 nas células dendríticas).( vimentina positivo nas células grandes e claras) (Caso pelo Dr. John Chan).

5. A214-5 Hospital do Câncer –AC Camargo
* Tumor escamo-melanocítico metastático para linfonodo (AE1-AE3, MelanA, HMB45, S-100 positivos) (paciente com transplante renal apresentou previamente tumor híbrido no braço; a metástase em linfonodo foi considerada como de origem do tumor do braço e não do melanoma recente. (case visto pelo Dr. Martin Mihm)

6. A214-6 Laboratório de Anatomia Patológica e Citologia – BH
* Linfoma blastóide de células do manto (Ki-67 75% positividade, D1-cyclin, CD20, CD5, CD43 positivo; CD3 negativo)

7. A214-7 UNESP – Botucatu
* Carcinoma neuroendócrino (CD56, cromogranina, sinaptofisina positivo) 
Histoplasmose (fibrose subcapsular)
Linfoma de Hodgkin (CD15, CD30 positivo; estadio IV- comprometimento difuso da medula óssea)

8. A214-8 Porto – Portugal 
* Tumor filóide maligno com componentes heterólogos ( áreas condróide e osteóide) (AE1-AE3 negativo) (Haviam áreas em cortes adicionais mostrando componente filóide)

9. A214-9 Belo Horizonte
* Adamantinoma, clássico, variante adulto (CK13, CK9 positivo) (ausência de tumor em outros locais) (examplo com componente escamocelular difuso e pleomórfico)

10. A214-10 Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – USP 
* Oligodendroglioma anaplásico, grau III, positive para deleção 1p/19q. (GFAP, CD57, sinaptofisina positivo ; Ki-67: 16%; Mieloperoxidase negativo)(caso visto na Mayo Clinic)

11. A214-11 FAMERP – FUNFARME
* Linfoma de grandes células B difuso com disseminação leucêmica (CD20 positivo, CD3, CD30, Ciclina D1, fator VIII, glicoforina negativo) (3% - 10% blastos em sangue periférico)
P.S. A doença foi considerada primária do baço pelo padrão de infiltração do órgão.

12. A214-12 Laboratório Fleury
* Neuroblastoma adrenal metastático para linfonodo regional ( a peça cirúrgica mostrou grande massa aderida em rim preservado) (CD45, CD20, CD3, CD99 negativo; NB84, CD56, sinaptofisina positivo, Ki-67: 80%)( Cancer 2003; 98: 2274-81; Ped Develop. Pathol. 2000; 3: 184-199).

13. A214-13 EPM – UNIFESP
* Muconefrose: Cistadenoma mucinoso borderline da pelve renal: não foi detectado infiltração (CD20, CEA, vilin positivo, CK7 negativo) (caso visto pelo Dr. Mahul Amin) (Park et al. Muconephrosis. Urology 60: 344vi-344vii, 2002)

14. A214-14 AFIP – Case # 1
* Sarcoidose cardíaca (granuloma epitelióide não caseaso)

15. A214-15 AFIP – Case # 2
* Carcinoma pleomórfico pulmonary.(Am J Surg Pathol 27: 311-24, 2003)